fbpx

3D Systems chega ao Brasil e pode deixar impressoras 3D mais baratas

A 3D Systems anunciou, nesta quarta-feira (16), a compra da empresa brasileira Robtec, distribuidora de tecnologias voltadas para esse mercado no país. Com a iniciativa, a 3D Systems pretende expandir a oferta de equipamentos e serviços de impressão 3D no Brasil e na América Latina, além de reduzir o custo do produto. Impressora 3D adaptada se transforma em ‘máquina de tatuar’ Após compra de empresa brasileira, 3D Systems vai operar diretamente no Brasil (Foto: Paulo Alves/TechTudo) “Nós estamos reconhecendo o progresso que o Brasil teve nesse segmento. O futuro está aberto e nós queremos ter um impacto maior no país, ajudando a democratizar o acesso à impressão 3D”, explicou Michele Marchesan, COO (chefe de oportunidades) da 3D Systems. Números não foram revelados, mas o executivo declarou que impressoras da empresa, como a Cube, estão tendo uma recepção melhor do que a esperada. Por isso a companhia vê oportunidades no mercado nacional e na América Latina. Uma redução de preços de impressoras 3D no Brasil também está nos planos. Hoje, a impressora Cube pode ser adquirida no site da 3D Systems por US$ 1.399 (cerca de R$ 3.100), mas o comércio local comercializa o modelo por mais de R$ 5 mil. A 3D Systems também anunciou uma plataforma de vendas e serviços para incentivar a adoção de soluções de impressão 3D no Brasil e na América Latina. Com a negociação, a companhia também adquirir os complexos de distribuição de impressoras 3D, antes detidos pela Robtec, localizados no Brasil, Argentina, Uruguai e México. Uma impressora 3D para todos Marchesan também falou sobre o papel da 3D Systems de criar impressoras 3D fáceis de usar por qualquer pessoa sem conhecimento de hardware e software. “Com a Cube nós começamos a criar uma impressora que qualquer pessoa pode brincar. Eu já vi crianças usando impressoras 3D como se fossem brinquedos, com a mesma facilidade com que usam um iPad”, detalha o executivo da 3D Systems. Segundo o executivo da 3D Systems, a companhia pretende democratizar a impressão 3D no Brasil (Foto: Paulo Alves/TechTudo) A estratégia da empresa é criar uma cadeia completa de distribuição de equipamentos e de serviços para o consumidor final, inclusive no Brasil. “Nós queremos empoderar o consumidor. Hoje, nossos softwares já são tão simples quanto um app para dispositivos móveis, e o usuário nem precisa ter a impressora: ele pode nos mandar o modelo e nós imprimimos”. A 3D Systems enfatizou a importância de produtos customizados para atender à demanda de cada usuário, que hoje é obrigado a se adaptar ao que a indústria oferece. A companhia também destacou os campos em que a impressão 3D tem sido usada, entre construção de modelos para pré-cirurgia, exoesqueleto para deficientes físicos com partes impressas, mercado automobilístico e, ainda, de dispositivos móveis – afinal, o Project Ara, do Google, conta com partes impressas em 3D. Qual a utilidade de comprar uma impressora 3D? Veja no Fòrum do TechTudo. saiba mais Conheça a ChocaByte, impressora 3D de chocolate compacta e baratinha Impressora 3D da HP será lançada em junho Exoesqueleto feito em impressora 3D ajuda mulher paralisada a andar

Comentários no Facebook

×

Powered by WhatsApp Chat

× Consulte-nos!