fbpx

Acordo na Justiça rende US$ 5.000 a funcionários de Apple e Google

Quatro grandes empresas de Vale do Silício aceitaram pagar US$ 324,5 milhões para pôr fim a uma ação apresentada por milhares de empregados que os acusavam de terem fechado um acordo para não contratar trabalhadores que tivessem vínculos trabalhistas com alguma delas, publicou na sexta-feira (23) a o site especializado em tecnologia "Re/code".
O acordo foi assinado entre Apple, Google, Intel, Adobe e os 64 mil empregados que levaram o caso de supostas irregularidades no mercado de trabalho para a Corte Federal de San José, na Califórnia, em 2011.
Os litigantes se queixavam que as companhias tinham conspirado para impedir que os empregados recebessem ofertas de trabalho de qualquer das outras empresas mencionadas, com o objetivo de reduzir a mobilidade e limitar o aumento de salários no setor.
Leia mais (05/24/2014 – 19h36)

Comentários no Facebook

× Consulte-nos!