fbpx

Aplicativos Android chegarão a Chromebooks com Chrome OS em breve

Os dois famosos sistemas operacionais do Google, Android e Chrome OS, estarão mais integrados no futuro, garantiu o vice-presidente sênior da companhia, Sundar Pichai, durante o Google I/O, realizado na última semana. Segundo o executivo, será possível rodar apps do robô diretamente na tela de um Chromebook. Veja como a novidade deverá funcionar. O que é Material Design presente no Android L? Entenda o novo conceito Na demonstração durante a abertura do Google I/O, apps do Evernote e Flipboard em um tablet e Vine em um smartphone Android foram perfeitamente espelhados na tela de um laptop com o sistema operacional baseado na nuvem – se funcionar conforme mostrado, bastará abrir o aplicativo no dispositivo móvel para visualizar um ícone executável na bandeja de apps do desktop. Integração entre os dois sistemas foi anunciada durante I/O (Foto: Reprodução/Paulo Alves) saiba mais Google I/O 2014 revela Android L, smart One e soluções em TV, carro e relógio Google Domains: gigante testa serviço de registro de domínio de Internet Conheça os melhores smartphones de 2014… Até agora Veja o que é Cardboard, gadget do Google dado aos participantes do I/O Ainda não está claro, porém, como tudo será implementado. Não se sabe se será via Wi-Fi ou Bluetooth, ou ainda a improvável Wi-Fi Direct, inexistente nos Chromebooks vendidos atualmente. Também não foi divulgada a data em que o recurso poderá estrear. A única certeza, por enquanto, é de que se tratará de uma funcionalidade exclusiva do Android L, que chegará no segundo semestre. Outra novidade apresentada no I/O relacionada a Chrome OS e Android é o espelhamento de notificações entre smartphone e computador, de maneira similar ao anunciado pela Apple durante a WWDC 2014 – iOS e Mac OS X também estarão mais integrados até o final do ano. O aviso de bateria descarregada do celular poderá aparecer na tela do computador, por exemplo. Apps completos, como Evernote para Android, poderão ser usados no Chromebook (Foto: Reprodução/Paulo Alves) Impulso no mercado de Chromebooks Os Chromebooks são finos, leves e rápidos, porém vendidos a preços relativamente baixos devido a seu hardware modesto, já que não precisam de muito para abrir apps na nuvem, como Google Drive. Mas essa característica afasta consumidores que procuram uma oferta maior de programas e experiência off-line – e isso é exatamente o que o Google pretende atingir integrando o Chrome OS ao Android. O que deve fazer para tornar seu Android mais seguro? Veja no Fórum do TechTudo. Se o projeto der certo – e tudo leva a crer que dará –, usuários que hoje renegam Chromebooks por sua falta de recursos poderão ganhar um tremendo motivo para comprar um: jogos, apps de edição de foto, suítes de escritório, entre outros programas da Play Store, todos perfeitamente compatíveis. Apps serão espelhados de um dispositivo Android pareado (Foto: Reprodução/Paulo Alves) Mas o pareamento off-line, seja via Bluetooth ou cabo USB, será necessário para tornar a funcionalidade realmente matadora. Se assim for, Chromebooks poderão se tornar, finalmente, concorrentes verdadeiros de Macs ou PCs com Windows, e sair da marginalidade no mercado de computadores pessoais.

Comentários no Facebook

× Consulte-nos!