fbpx

Como usar o Google Maps para medir distâncias entre locais de destino

O Google Maps não é apenas um sistema de mapas. Por meio dele, os usuários podem receber informações sobre rotas em viagens de carro, caminhadas e, até mesmo, descobrir informações detalhadas sobre rotas do transporte público e saber quais companhias fazem determinado trajeto, os horários dos coletivos e seus valores. Saiba utilizar o serviço para medir distâncias de um ponto de partida até o destino final, definir o meio de transporte para uma viagem e conheça os benefícios. Trânsito agora: chegue mais rápido com Google Maps, Waze, Copilot e Here Como usar o Google Maps para medir distâncias entre locais de destino (Foto: Reprodução/Google Maps) Passo 1. Informe um ponto de partida e clique em “Enter”. Neste exemplo, utilizaremos a Avenida Presidente Vargas, no Centro do Rio de Janeiro. Em seguida, clique em “Rotas”; Determinando um ponto de partida no Google Maps (Foto: Reprodução/Marvin Costa) Passo 2. Defina um destino e clique em “Entre”. Iremos utilizar a cidade de Petrópolis, que fica na região serrana do estado do Rio de Janeiro; Definindo um destino para criar uma rota no Google Maps (Foto: Reprodução/Marvin Costa) Passo 3. A princípio, a rota apresentada será para uma viagem de carro. Note que local destacado em vermelho na imagem abaixo, mostra a distância que será percorrida em quilômetros e o tempo da viagem. Além disso, pode-se verificar se a rodovia possui pedágios. Visualizando a distância que será percorrida e o tempo sugerido de duração da viagem no Google Maps (Foto: Reprodução/Marvin Costa) Informações sobre acidentes e fluxo da rodovia No modo de trajeto via carro, o Google Maps pode informar se uma rodovia possui histórico de problemas de trânsito e se há algum acidente causando retenções. Para saber se o trecho tem problemas com alto fluxo de veículos, consulte o gráfico transito, como mostrado na imagem abaixo. Este parâmetro é medido com cores e linhas constantes ou pontilhadas. A cor verde indica que a via tem transito rápido e a cor vermelho escuro que tem trânsito lento. Duas outras linhas pontilhadas definem padrões intermediários entre fluxo rápido e lento. Visualizando informações sobre o fluxo de veículos de um trecho da rodovia (Foto: Reprodução/Marvin Costa) Alguns acidentes podem ser apresentados em tempo real no mapa. Quando essa opção estiver disponível, você verá um ponto de exclamação em um trecho. Passe o ponteiro do mouse sobre ele para receber mais detalhes. Quando isso acontecer, pense em buscar outro caminho. Acidente de trânsito indicado no Google Maps através de relato no Waze (Foto: Reprodução/Marvin Costa) Visualizando a rota com caminho feito através de transportes públicos O mesmo gráfico de busca pode mostrar diferentes tipos de meio de locomoção para a mesma rota. Além do ícone do carro, o usuário pode clicar sobre dois outros que são o do transporte público e o caminho a pé. Note que ao clicar sobre a opção transporte público, serão apresentados alguns dados importantes como o tempo total de viagem e a companhia que possui veículos para o transporte desta rota. Rota do Google Maps feita através de trânsporte público (Foto: Reprodução/Marvin Costa) Caminho a pé Para curtas distâncias, o usuário pode definir que a rota seja apresentada com caminhos que podem ser feito a pé. Como nos tipos de caminhos anteriores, será possível conhecer a rota detalhada e o tempo do trajeto. Visualizando uma rota a pé com o Google Maps (Foto: Reprodução/Marvin Costa) Viagens internacionais O serviço pode determinar, inclusive, rotas para destinos em outros países. Neste modo de pesquisa são fornecidas informações sobre as rotas áreas, conexões, tempo de viagem e empresas que realizam o trajeto. Além disso, a ferramenta fornece um link que leva a uma pesquisa no Google para que o utilizador obtenha mais informações sobre a viagem. Definindo uma rota internacional no Google Maps (Foto: Reprodução/Marvin Costa) Mesmo para rotas internacionais, o usuário também pode visualizar rotas que podem ser feitas de carro. Para isso, basta clicar no ícone de automóvel do buscador. Opções de trajeto Após definir uma rota, o usuário do Google Maps pode definir o tipo de transporte que deseja utilizar e o trajeto que mais lhe agrada. Passo 1. Realize a busca por uma rota e, em seguida, clique em “Opções de trajeto”; Visualizando as opções de trajeto no Google Maps (Foto: Reprodução/Marvin Costa) Passo 2. Defina o tipo de transporte público que deseja constar na rota e uma das três opções de trajeto que são: melhor trajeto, menos baldeações e caminhos a pé. Definindo o meio de transporte e o trajeto adequado em uma rota criada através do Google Maps (Foto: Reprodução/Marvin Costa) Benefícios de utilizar o Google Maps Em longas viagens de carro saber o menor trajeto pode proporcionar economia em gastos com gasolina, pedágios e alimentação. Já em curtas e médias distâncias o serviço pode ajudar a saber qual meio de transporte público adequado e a companhia que realiza o trajeto, evitando assim baldeações. Em dispositivo móveis, o serviço pode funcionar como uma espécie de GPS ao mostrar sua localização atual na rota que foi estabelecida. Desta maneira, o usuário saberá quando está percorrendo o caminho errado. Como baixar programa de GPS para celular? Veja no Fórum TechTudo. saiba mais Histórico de localizações do Google: saiba como desativar e apagar Como usar o Google Maps no ‘modo lite’ para evitar travamento no PC Veja como funciona o recurso de trânsito do Google Maps  

Comentários no Facebook

× Consulte-nos!