fbpx

Conheça a ChocaByte, impressora 3D de chocolate compacta e baratinha

Uma impressora de 3D de chocolate para todos. Essa é a ideia por trás da ChocaByte, modelo foi apresentada na CES 2014, um equipamento compacto como uma cafeteira. Gadget começou a ser comercializada na Austrália por apenas US$ 100, cerca de R$ 230, sem impostos. O que fazer quando a impressora não reconhece o cartucho ChocaByte tem corpo compacto e imprime pedaços de chocolate medindo 5 x 5 x 2,5 cm (Foto: Divulgação/ChocaByte) ChocaByte é vendida como um produto equivalente a eletroportáteis comuns, para ser colocada no balcão da cozinha e usada por qualquer pessoa. Por isso, ela não requer nenhum conhecimento de softwares específicos para ser operada, ao contrário de muitas impressoras 3D disponíveis no mercado. Qual impressora tem melhor custo-benefício? Descubra no Fórum.   saiba mais O que fazer quando a impressora está imprimindo em cores erradas? Impressora 3D da HP será lançada em junho Impressora 3D de doces e scanner 3D para tablets são lançados na CES 2014 Review Impressora 3D Cube: ‘imprima’ quase tudo sem sair de casa Samsung lança impressoras a laser colorida e multifuncionais com NFC Apesar de pequena, a ChocaByte consegue imprimir barras de chocolate medindo 5 cm de altura e largura, por 2,5 cm de espessura. “Basta aquecer o cartucho de chocolate no microondas ou água quente e, em seguida, colocá-lo na impressora e pressionar ‘Start’. Uma impressão de chocolate duro é feia em menos de 10 minutos, pronta para consumir imediatamente”, explica o site oficial do produto. Para criar chocolates dos mais variados formatos, basta baixar projetos de impressão gratuitos disponíveis na internet e mandar a ChocaByte realizar o trabalho. Além disso, os cartuchos de chocolate não são caros, podendo ser adquiridos por US$ 10 (R$ 23). Inicialmente, somente 500 pessoas residentes em Sydney, Austrália, poderão adquiri-la. O prazo para que a ChocaByte seja produzida em massa é de 1 a 3 meses, quando deverá chegar a outros mercados. Via Ubergizmo

Comentários no Facebook

× Consulte-nos!