fbpx

Desperdiçando tempo na rede

Qual é o sítio mais inútil da Internet? Tudo bem, talvez você conheça algum mais inútil do que um destes. Mas vai ser difícil. Eles estão agrupados em “ The Useless Web ”. Vá até lá e solicite, clicando na palavra “PLEASE”, que o leve a um sítio inútil da Web. Cliquei dezenas de vezes e não tive sequer uma decepção. E, de todos os que visitei, o que abocanhou o galardão de mais inútil foi “ A blue box ” (“Uma caixa azul”). Duvido que você adivinhe o que ele mostra… É verdade que talvez você encontre um concorrente à altura, pois afinal a escolha do sítio é aleatória e certamente você não visitará os mesmos que visitei, mas tente bastante que, em matéria de inutilidade, garanto que não se arrependerá. Veja todos os artigos do B. Piropo “ The Useless Web ” é apenas um exemplo dos onze primeiros sítios encontrados na página do “Mashable” intitulada “ 50 Websites to Waste Your Time On ” (“50 sítios da Web para você desperdiçar seu tempo”. E raramente vi um título tão apropriado: desperdicei tanto tempo nele e nos atalhos por ele indicados que quase não sobrou para escrever esta coluna. Os cinquenta estão subdivididos em categorias. Os onze primeiros, como você já deve ter imaginado depois de ler o primeiro parágrafo, estão na categoria “Inúteis”. O primeiro deles, “ Find the invisible cow ” (“encontre a vaca invisível”) baseado no velho jogo infantil do “quente” ou “frio”, é um primor: em uma tela em branco se ouve o mugido de uma vaca (ou o som mais parecido com o mugido de uma vaca que o autor encontrou). Mova o ponteiro do mouse e a sucessão de mugidos aumenta em rapidez e volume. Quando você achar que encontrou o ponto da tela em que a vaca oculta muge mais alto e rapidamente, clique e ela aparece. Figura 1: Uma das telas de “Boohbah Zone” (Foto: Reprodução/B. Piropo) Os demais são tão idiotas quanto este, mas nem por isto desinteressantes (eu ri um bocado “pesquisando” para escrever esta coluna). Mas, dentre os da categoria “inúteis”, o que mais me agradou – sobretudo pela possibilidade de interagir com ele – foi o “ Boohbah Zone ”. As animações, por sinal muito bem feitas e criadas em estilo retrô-riponga, se é que me faço entender, são criadas em Flash. O cursor do mouse assume a aparência de uma esfera surreal – como de resto, quase tudo no sítio. Mova a esfera pela tela e veja os efeitos criados. De vez em quando, clique em algum lugar e veja no que dá. Este foi, provavelmente, o objeto da “pesquisa” em que mais tempo gastei. E nem posso dizer que “desperdicei”, porque o fiz com prazer. Ah, sim, “ A Stretchy Hand ” também merece uma visita. A categoria “Educacional” engloba os sítios de 12 a 21. O primeiro a ser listado é o “ Astronomy Picture of the Day ”, meu velho conhecido do qual havia me esquecido e reencontrei com prazer. Descrever sua serventia é fácil: “cada dia é exibida uma imagem ou fotografia diferente de nosso fascinante universo, acompanhada de uma breve explicação escrita por um astrônomo profissional”. O difícil é descrever a beleza das imagens que exibe. Repare, na figura abaixo lá obtida, o aspecto da Nebula Abell 36, a figura de hoje. Figura 2: a figura astronômica do dia (Foto: Reprodução/B. Piropo) b /b Nesta categoria há sítios de ensino ou treinamento de idiomas como o “ Duo Lingo ”, um sítio sobre teoria musical , outro que ensina a programar (“ Code Academy ”, com a vantagem de ser em português), o imperdível “ OnReadz ”, com uma imensa quantidade de livros gratuitos (em formato eletrônico e a maioria em inglês, mas com preciosidades como “1984”) e o imperdível   Wolfram Alpha , um sítio de buscas na Internet inteiramente diferente de todos os demais. A terceira categoria é composta apenas por cinco sítios. O que me pareceu mais interessante é o “ I need a prompt ”, que gera frases aleatórias para servir de ponto de partida para narrativas, sonhos ou o que você quiser. Escolha a categoria gramatical das palavras e a ordem em que deseja que apareçam e clique em “Again”. Solicitei uma frase com substantivo, verbo, adjetivo e substantivo, nesta ordem, e o programa devolveu “A proctologist taking candid pictures of a demonic Indian chief” (“Um proctologista tirando fotografias inocentes de um cacique demoníaco”). Lamentavelmente é só em inglês mas se você tiver algum domínio deste idioma – ou preferir submeter as frases ao Google Tradutor – vai se inspirar (ou se divertir) um bocado. Mas o mais impressionante dos sítios desta categoria – e, talvez, de todos os cinquenta – é o “ Weave Silk ”. Uma extraordinária ferramenta para criar desenhos com formas abstratas, algumas belíssimas. O usuário escolhe a cor, o número dos eixos de simetria, o espelhamento e usa sua criatividade para gerar imagens muito originais. Sugiro experimentar e alterar os parâmetros (clicando no pequeno círculo do menu ao alto e à esquerda da página) durante o desenho. Veja um exemplo, criado por este escrevinhador que vos digita estas mal traçadas, na figura abaixo. E leve em conta que, em uma escala de zero a infinito, meu nível de criatividade está bem próximo de zero. Figura 3: Imagem criada com o Weave Silk (Foto: Reprodução/B. Piropo) Além destas, há as categorias de jogos (embora sejam apenas sete sítios, alguns oferecem enormes coleções de jogos das mais diferentes categorias), música (não deixe de experimentar o fantástico “ Incredibox ”; e, se acha que tem vocação para dijêi, isso que os americanos escrevem DJ e os culturalmente colonizados “Dee Jay”, tente “ Party Cloud ”), três sítios sobre “Estado de espírito” (visite “ Free Rice ” para se distrair; é uma coleção de perguntas fáceis e a cada acerto os organizadores do sítio doam dez grãos de arroz para combater a fome mundial através do programa World Food; dez grãos de arroz parece pouco, mas as perguntas são fáceis e se muita gente tentar, pode ajudar bastante). E, finalmente, a categoria dos utilitários, com programas que vão desde os que escarafuncham sua tela em busca de pixels “mortos”, como o “ Do I Have a Dead Pixel? ”, oferecem uma esdrúxula coleção de fontes , exibem centenas de imagens para serem usadas como fundo da área de trabalho , até uma interessante coleção de dicas tipo “faça você mesmo” para que você mesmo faça quase tudo. Então, quando você tiver algum tempo livre, experimente visitar o “ 50 Websites to Waste Your Time On ”. Mas atenção: só quando realmente tiver algum tempo livre. Do contrário, não venha reclamar depois que não avisei. B.Piropo saiba mais Mecânica quântica, infinitesimais e democracia Centro de P D da EMC no Rio de Janeiro MSX Rio: um Grupo em torno de um ideal  

Comentários no Facebook

× Consulte-nos!