fbpx

Eletrônicos usados e rejeitados podem ir para a reciclagem

Um dos principais dilemas enfrentados pelo consumidor ao trocar um eletro-eletrônico antigo por um modelo mais novo é o destino a dar para o produto velho. Muitas vezes, o que está sem condições de venda, troca ou doação acaba indo parar indevidamente no lixo comum.
E aí que nasce um problema. Alguns dos componentes desses tipos de produtos são metais pesados, como arsênio, cádmio, bário, cobre, chumbo, mercúrio e cromo. Todos são potencialmente tóxicos e podem contaminar tanto as pessoas que os manipulam quanto o ambiente, quando terminam sendo depositados na natureza.
Em São Paulo, uma série de locais recebe eletrônicos, eletrodomésticos e portáteis, equipamentos de informática e telefonia para reciclagem (confira abaixo).
Leia mais (07/07/2014 – 02h00)

Comentários no Facebook

× Consulte-nos!