fbpx

Fundador do Instagram defende censura de mamilos

O cofundador do Instagram Kevin Systrom disse à BBC que as regras do aplicativo sobre nudez são "justas". A empresa tem enfrentado críticas depois de remover fotos de mulheres com mamilos à mostra.
A política é semelhante a do Facebook, que nesta terça-feira (03) apagou dois posts da página da BBC Brasil que continham a mesma imagem de uma jovem sem camisa, que participava de uma "Marcha das Vadias" em protesto contra o machismo.
O Facebook comprou a rede social de fotos em 2012 por US$ 1 bilhão (R$ 2,28 bilhões).
Leia mais (06/03/2014 – 10h53)

Comentários no Facebook

×

Powered by WhatsApp Chat

× Consulte-nos!