fbpx

Galaxy Ace 3 ou Moto G? Confira o comparativo de celular da semana

O Moto G segue agradando a muitos usuários brasileiros que buscam seu primeiro smartphone. Por isso, o TechTudo comparou o celular da Motorola com um concorrente mais modesto, mas que também merece a atenção do consumidor: o Galaxy Ace 3, da Samsung. Confira abaixo e descubra em qual investir seu dinheiro. Veja também: Aprenda a ouvir rádio no Moto G pelo alto-falante Moto G e Galaxy Ace 3? Quem vence a batalha? (Foto: Arte/TechTudo) Desempenho: Moto G Os dois aparelhos têm componentes bem diferentes, o que os fazem também muito distintos em termos de desempenho. Enquanto o Moto G tem um processador quad-core Snapdragon 400 da Qualcomm, o Galaxy Ace 3 conta com um chip dual-core da Broadcom. A memória RAM, no entanto, é a mesma: 1 GB. O desempenho do Moto G supera o do Galaxy Ace 3 (Foto: moto-g-2a) Já no armazenamento, o Ace 3 tem 4 GB e entrada para cartão microSD para guardar arquivos, com 8 GB apenas na versão 4G. Já o Moto G tem versões de 8 GB e 16 GB, com slot para memória externa no modelo mais recente, com conexão 4G. Bateria: Moto G O Galaxy Ace 3 tem uma tela menor e de menos resolução, o que poderia torna-lo mais autônomo que o Moto G em termos de bateria, mas não é o que acontece. O smartphone da Motorola compensa com uma bateria maior, de 2070 mAh, e um sistema mais otimizado e, por isso, econômico. Moto G tem uma duração de bateria melhor do que a do Galaxy Ace 3 (Foto: Luciana Maline/TechTudo) O Moto G aguenta firme um dia inteiro longe da tomada, enquanto o Galaxy Ace 3, que conta com uma bateria de 1800 mAh, tende a precisar de uma recarga mais cedo. Contribui para isso a nada econômica Touchwiz, interface customizada da Samsung sobre o Android. Tela: Moto G O smartphone da Motorola ganha também nessa categoria, já que seu display é, talvez, sua principal vantagem frente a qualquer concorrente. Enquanto o mercado de aparelhos intermediários geralmente não passa dos 480 x 800 pixels de resolução, caso do Ace 3, o Moto G oferece tela de 4,5 polegadas com 720 x 1280 pixels (HD). A diferença também está na tecnologia empregada. No Galaxy, a tela é uma TFT, enquanto o Motorola oferece IPS, que entrega cores mais fiéis e brilho superior. Dimensões: Galaxy Ace 3 Para quem gosta de aparelhos mais compactos, o Galaxy Ace 3 é a melhor escolha. Medindo 121.2 x 62.7 x 9.8 mm na versão 3G, ele é confortável de manusear com uma das mãos e cabe no bolso de qualquer um. O Moto G, por outro lado, é maior em todas as dimensões: 9 mm a mais na altura, 3 mm na largura e na espessura. O smart da Motorola também pesa muito mais, 143 g contra 115 g. Galaxy Ace 3 é mais compacto e mais leve do que o Moto G (Foto: Divulgação) saiba mais Conheça as dez melhores capas para Galaxy Ace disponíveis no mercado Aprenda a usar o Moto G como roteador Wi-Fi Conheça o Galaxy Ace 4 e veja o que mudou no ‘baratinho’ da Samsung Confira dicas para personalizar o seu Moto G Quem comprou o Moto G o que achou dele? Comente no Fórum do TechTudo Design: Moto G É claro que design recai em uma questão de gosto, mas é inegável a superioridade da construção do Moto G em relação ao seu concorrente da Samsung. Embora ambos tragam plástico na traseira, o smart da Motorola dá ao usuário uma boa sensação de qualidade. Já o Ace 3 tem a mesma pegada dos aparelhos da linha Galaxy em geral: frágil e propenso a arranhões na carcaça. Há quem goste do desenho que a fabricante coreana emprega nos seus aparelhos, mas vale lembrar que o Ace 3 traz mais semelhanças com o Galaxy S3 do que com os tops de linha mais recentes. Câmeras: Empate Se você deseja um smartphone com câmera potente, nenhum dos dois lhe servirá. Tanto Ace 3 quanto Moto G têm câmera traseira de 5 megapixels com performance mediana, mas não impede que fotos razoáveis sejam feitas para postar nas redes sociais. Na frente, há câmera VGA no Galaxy e de 1,3 megapixels no Motorola, o suficiente para videochamadas. Tanto a câmera do Moto G quanto a do Galaxy Ace 3 não são as melhores do mercado (Foto: Luciana Maline/TechTudo) Sistema operacional: Moto G A Motorola usa em seus aparelhos mais recentes o Android quase sem modificações, resultando em uma experiência consistente com os apps do Google e sem engasgos, graças à maior otimização. O Galaxy Ace 3, por outro lado, tem uma das interfaces customizadas mais famosas, porém mais pesadas. O sistema do Ace 3 exige mais da memória RAM e traz diversos apps pré-instalados, o que reduz o espaço disponível para o usuário guardar arquivos e baixar outros aplicativos. Além disso, o Android “semi-puro” do Moto G garante atualizações mais ágeis por parte da fabricante, já que pouco precisa ser adaptado quando o Google libera uma nova versão do SO. Preço: Galaxy Ace 3 Nesse ponto não há discussão. Galaxy Ace 3, mesmo porque está no mercado há um ano, pode ser encontrado no varejo online brasileiro até por R$ 450, cerca de R$ 200 a menos que a versão mais simples do Moto G. A diferença de preço é ainda maior se o smart da Samsung for comparado com as versões melhores do Moto G, como a Colors, que traz 16 GB de armazenamento e é vendida por R$ 800. Conclusão Os dois aparelhos servem a públicos levemente distintos. O Moto G busca agradar a quem deseja uma experiência consistente com o Android, sem travamentos e com desempenho bom, e por isso cobra mais caro. Já o Galaxy Ace 3 pode ser uma boa escolha para quem busca gastar menos e não exige tanto – afinal, um chip dual-core já dá conta das tarefas mais triviais. Portanto, vá de Moto G caso esteja buscando o melhor da categoria de intermediários, ou adquira o Galaxy Ace 3 se desejar economizar algum dinheiro. Em termos gerais, porém, vale testar ambos em lojas físicas para ver qual lhe agrada mais – as chances são de que sua escolha tende ao celular da Motorola. Tabela comparativa de especificações entre Moto G e Galaxy Ace 3 (Foto: Arte/TechTudo)

Comentários no Facebook

× Consulte-nos!