fbpx

Intel vai permitir que usuários imprimam seus próprios robôs

A Intel anunciou um novo programa nesta quarta-feira (28), que vai oferecer projetos robóticos online para o público, ao ponto que seja possível imprimir partes da máquina em casa e fazê-la funcionar sem muita dificuldade. O objetivo é romper a barreira de custos que impede robôs de entrarem no dia a dia de pessoas comuns. Google cria carro autômato, sem volante e para duas pessoas; veja vídeo Robôs com chip Intel poderão ter muitas partes impressas em casa a custo baixo (Foto: Reprodução/Gizmodo) saiba mais Impressora 3D imprime frutas graças à técnica de gastronomia molecular Impressora 3D usa controlador de arduíno e faz comida em formas inusitadas Intel modifica Android 4.4 pra torná-lo compatível com novos processadores 64 bits A ideia é comercializar um kit feito de componentes não-imprimíveis como cabos, baterias e motores, além dos projetos para serem usados em impressoras 3D. Juntas, as partes formariam robôs programáveis capazes, por exemplo, de servir comida e bebida ou traduzir conversas. Porém, as possibilidades só dependerão da criatividade dos usuários e desenvolvedores. “É como um smartphone com pernas. Seu robô será completamente diferente do meu. O usuário vai poder personalizar e programar a inteligência artificial, mas não por ter um PhD em robótica, e sim baixando apps”, explica Brian David Johnson, executivo da Intel. Ele inclusive demonstrou seu próprio robô em um evento que acontece nesta quarta-feira nos Estados Unidos: o pequeno foi capaz de andar, falar, dançar e até usar o Twitter .

O que esperar dos novos modelos de relógios inteligentes?

Comente no Fórum do TechTudo. Haverá dois modelos disponíveis até o final do ano. Um mais barato e simples será vendido por cerca de US$ 1.600 (cerca de R$ 3.600) e terá como “cérebro” o Edison, SoC (Sistema no Chip) de baixo custo da Intel capaz de dar conta de processamentos mais modestos. Já a versão mais robusta terá no coração o conhecido Core i7 da companhia, e deverá custar até dez vezes mais, em torno de US$ 16 mil (cerca de R$ 36 mil). Para saber mais, visite o site para o robô. Via Re/Code , Engadget e Gizmodo

Comentários no Facebook

× Consulte-nos!