fbpx

Lei protege funcionário que denunciar abuso no setor de inteligência nos EUA

O Congresso americano aprovou uma lei que proíbe represálias contra funcionários de agências de inteligência que denunciarem abusos, ou atividades ilegais.
A reforma foi aplaudida, nesta quarta-feira (25), pelos simpatizantes do ex-analista de inteligência Edward Snowden, que vazou para a imprensa milhares de documentos sobre o programa de vigilância global realizado pela Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês).
Na noite de terça (24), a Câmara de Representantes aprovou a lei anual que autoriza todas as atividades de inteligência do governo dos Estados Unidos para o ano fiscal 2015, que começa em 1º de outubro.
Leia mais (06/26/2014 – 10h45)

Comentários no Facebook

× Consulte-nos!