fbpx

LibreOffice ou Microsoft Office? Como escolher o melhor pacote de programas

LibreOffice ou Microsoft Office , quem ganha a batalha entre pacotes com softwares de escritório? De um lado a suíte de ferramentas livre, lançada em 2010, que surgiu como uma ramificação do projeto original OpenOffice.org . Os softwares têm código aberto e são distribuídos gratuitamente para Windows , Unix, Solaris, Linux e Mac OS X . Do outro lado, o produto da Microsoft, há mais de 20 anos no mercado, que pode ser instalado em computadores com Windows ou Mac OS e já está disponível em versão móvel para celulares e tablets Android ou iOS . Veja o comparativo e descubra qual é a melhor opção. uTorrent ou BitTorrent? Veja o melhor programa para baixar torrent Microsoft Office versus Libre Office: quem ganha a batalha? (Foto: Arte/TechTudo) O pacote da Microsoft toma a dianteira da disputa se avaliarmos design e
usabilidade: ele é rápido e tem uma interface primorosa. Marca pontos por funcionar bem em celulares e tablets. Mas, perde feio na
categoria custo, já que a versão mais completa Office Professional 2013 sai por cerca de
R$ 1,1 mil. O LibreOffice, por sua
vez, está disponível para uma variedade maior de sistemas operacionais.
Pode ser usado, inclusive, a partir de um pendrive e sem exigir
instalação, como o VLC Portable .
Outras vantagens: não custa um centavo para o usuário e tem uma
quantidade inimaginável de plugins disponível – como a ferramenta tem
código aberto, a comunidade cria muita coisa interessante e grátis. Porém, um ponto negativo do LibreOffice é a interface pouco amigável, pois trabalhar
formatação de documentos nele é uma missão um pouco complicada para quem está
acostumado ao Microsoft Office. 1) Programas disponíveis – Microsoft Office As
soluções de cada suíte se assemelham: para processamento de texto,
temos o Microsoft Word e o LibreOffice Writer; apresentações em slides ser
montadas no Microsoft Powerpoint ou no LibreOffice Impress; planilhas
ficam a cargo do Microsoft Excel ou podem ser montadas no LibreOffice
Calc e base de dados são criadas no Microsoft Access ou no
LibreOffice Base; todos equivalentes. O LibreOffice tem uma ferramenta de desenho, chamada
LibreOffice Draw, que não tem concorrente na suíte Microsoft. Por outro
lado, o Office conta com três programas que não tem versões gratuitas
integrando a suíte LibreOffice: OneNote , para notas, Outlook , para
gerenciamento de e-mails, e Publisher para layout de páginas. O Microsoft
Office tem mais programas, então vence nessa categoria. O Microsoft Word 2013 é o conhecido editor de texto da Microsoft (Foto: Reprodução / Lú Favero) 2) Forma de distribuição – LibreOffice O Libre
Office é gratuito para download, enquanto o concorrente pode ser comprado em três
planos diferentes, que variam de R$ 259 até R$ 1.179. As versões incluem licenças vitalícias, com diferentes grupos de pacotes de softwares, que podem ser usadas em apenas um computador por vez. Tabela mostra preços e versões do Microsoft Office para computadores pessoais (Foto: Divulgação/Microsoft) saiba mais Facebook e Google se unem com gigantes para evitar o próximo Heartbleed Lista traz oito maneiras legais de usar downloads por torrent na web Como checar se seu site favorito está vulnerável ao bug HeartBleed Chromebleed avisa se usuário visitar site vulnerável ao bug Heartbleed Como identificar aplicativos Android vulneráveis ao Heartbleed? Veja Entretanto, com a chegada do Microsoft Office 365, há versões com acesso à nuvem e aplicativos instalados mais acessíveis, por meio de assinaturas mensais que vão de R$ 17 para um computador e um dispositivo móvel (Personal) até R$ 21 com cinco computadores e cinco celulares ou tablets (Home), para famílias. Como reparar o Microsoft Office 2013?  Veja as dicas no Fórum do TechTudo. Há, ainda, uma versão gratuita Office Oline , voltada para edição de conteúdo colaborativo, com algumas limitações. Os aplicativos acessíveis via Internet que salvam documentos, planilhas e apresentações
online em uma conta de usuário do OneDrive . Os apps também compartilham arquivos com outras pessoas que
trabalham em conjunto ao mesmo tempo.  No pacote virtual, com outra interface e recursos, estão disponíveis os aplicativos Word Online, Outlook.com, Pessoas, OneNote Online, PowerPoint Online, Calendário, Excell Online e OneDrive.  Office Online oferece alguns dos aplicativos do Microsoft Office para download (Foto: Divulgação/Microsoft) 3) Requisitos de sistema – LibreOffice O
 Microsoft Office exige Memória de 1 GB de RAM (32 bits) ou 2 GB de RAM
(64 bits), 3 GB de espaço em disco e um monitor 1024 x 768 pixels de resolução para funcionar
minimamente bem. Já o LibreOffice pede apenas 256 MB de RAM, 1,5 GB de
espaço em disco disponível e o mesmo monitor da concorrência. É menos
exigente e, por isso, levou a melhor na categoria também. 4) Compatibilidade de arquivos –  Empate  Ambos pacotes permitem a abertura, edição e salvamento de arquivos binários
(.doc, .ppt, .xls), xmls (.docx, .pptx, .xlsx), ODF (.odt, por exemplo)
e PDF. 5) Interface – Microsoft Office  A
interface é muito diferente nas duas suítes. O Microsoft Office é
mais moderno e baseado em ribbons, que simulam abas de um navegador.
O LibreOffice possui detalhes arredondados e é menos amigável. Ponto para a Microsoft,
que investiu para deixar o programa mais bonito e fácil de
usar para os usuários. Esse é o LibreOffice Writer, que se parece bastante com o Microsoft Word de 10 anos atrás (Foto: Reprodução/ Lu Fávero) Quem leva a melhor? A decisão depende do que você precisa. Já que, como pode se ver na
comparação, acontece um empate, com dois pontos para cada e uma categoria em que nenhum tira vantagem sobre o outro. O Microsoft Office, com certeza, tem uma interface
mais bacana, recursos já conhecidos e um toque de qualidade da própria Microsoft. Porém, o LibreOffice é gratuito, cuja versão sem custo é vitalícia e para download. Quem se interessa em usar suas extensões pode obter um resultado fantástico. A escolha, a principio, se dá pela facilidade que o usuário tem em trabalhar com aplicações Microsoft ou se adaptar a novidades de código aberto. Quem não deseja desembolsar dinheiro, precisa optar entre a versão na nuvem e grátis do Office Online e a solução para download do LibreOffice em computadores. Quem pretende investir dinheiro em um software completo pode escolher o tradicional Microsoft Office, com todos os recursos disponíveis para usuários e empresas. Atalhos de teclado Microsoft Office e LibreOffice Atenção: Usuários que pretendem mudar de software precisam ficar atentos às mudanças. Os atalhos de teclado não são todos iguais. Veja o comparativo entre o Microsoft Word e o LibreOffice Writer: Word Writer Abrir Ctrl+A Abrir Ctrl+O Salvar Ctrl+B Salvar Ctrl+S Salvar como F12 Salvar como Ctrl+Shift+S Imprimir Ctrl+P Imprimir Ctrl+P Desfazer Ctrl+Z Desfazer Ctrl+Z Refazer (no Word 2007 é Ctrl+Y) Ctrl+R Refazer Ctrl+Y Recortar Ctrl+X Recortar Ctrl+X Copiar Ctrl+C Copiar Ctrl+C Colar Ctrl+V Colar Ctrl+V Selecionar tudo Ctrl+T Selecionar tudo Ctrl+A Localizar Ctrl+L Localizar Ctrl+F Substituir Ctrl+U Substituir – Versões anteriores e Libre Office Ctrl+F ou Ctrl+H Inserir hiperlink Ctrl+K *** *** *** *** Navegador F5 Negrito Ctrl+N Negrito Ctrl+B Itálico Ctrl+I Itálico Ctrl+I Sublinhado Ctrl+S Sublinhado Ctrl+U Marcas de formatação (caracteres não imprimíveis  (Mostrar Tudo) Ctrl+* Marcas de formatação (caracteres não imprimíveis  Ctrl + F10 Alinhamento à esquerda Ctrl+Q Alinhamento à esquerda Ctrl+L Alinhamento centralizado Ctrl+E Alinhamento centralizado Ctrl+E Alinhamento à direita (exceto Word 2007) Ctrl+G Alinhamento à direita Ctrl+R Alinhamento justificado Ctrl+J Alinhamento justificado Ctrl+J Verificar ortografia e gramática F7 Verificar ortografia e gramática F7

Comentários no Facebook

×

Powered by WhatsApp Chat

× Consulte-nos!