fbpx

O que é o bootloader dos celulares e tablets?

O Bootloader dos smartphones e tablets é um sistema básico inicializado sempre que o aparelho é ligado. Também chamado de carregador de boot, eles são encontrados em qualquer computador com um sistema operacional, embora as versões para dispositivos móveis tenham algumas características únicas. Confira a seguir. Falha de segurança no Android permite que hacker apague todos os dados Saiba o que é o bootloader nos smartphones e tablets (Foto: Paulo Alves/TechTudo) Em smartphones e tablets, os bootloaders servem como uma espécie de garantia de restauração, caso uma falha atinja de maneira irreversível o sistema operacional. Como está estreitamente ligado ao chipset do aparelho e livre de vários problemas na memória de armazenamento, o bootloader funciona como uma interface primária para a reinstalação do SO ou para executar outros códigos. Eles vêm bloqueados por padrão. Isso significa que, ao contrário dos encontrados em PCs, os bootloaders não permitem que o sistema seja reinstalado ou substituído livremente sem que antes sejam destravados. Segundo os fabricantes, a medida visa proteger o consumidor de eventuais problemas decorrentes de mau uso – mas, é claro, há também interesses econômicos por trás. Modo bootloader de um smartphone (Foto: Reprodução/Paulo Alves) Companhias como Samsung , LG e Sony investem na criação de versões customizadas do sistema Android. Elas oferecem apps e serviços exclusivos a seus consumidores. A liberação do bootloader facilitaria o eventual abandono do software de fábrica em troca de outras opções disponíveis, como o CyanogenMod . Dispositivos Nexus também vêm com bootloaders bloqueados, mas, como são destinados a desenvolvedores, o acesso pode ser liberado com um procedimento simples. Para que serve o desbloqueio do bootloader Em essência, o desbloqueio serve para abrir espaço para a instalação de ROMs customizadas, ou seja, sistemas operacionais não-oficiais. Além disso, um bootloader desbloqueado permite que códigos sejam escritos na partição system do smartphone ou tablet, o que é necessário, por exemplo, para realizar o root no Android. saiba mais Atualização para Windows Phone 8.1 pode inutilizar smartphones Nokia Microsoft bloqueia buscas do Google em smartphones Lumia Galaxy Note 4 terá tela flexível, corpo de metal e câmera super potente Samsung lança Galaxy K Zoom, mistura de smartphone e câmera, no Brasil Qual melhor smartphone de até R$1.200,00? Comente no Fórum do TechTudo Portanto, para qualquer tipo de customização mais profunda em um aparelho, seja para instalação de um sistema operacional novo ou somente para ter root e poder instalar aplicativos modificados, o primeiro passo é desbloquear o bootloader. No Android, à exceção dos Nexus, cada fabricante tem restrições específicas para o procedimento. Algumas facilitam o processo, como Motorola e, mais recentemente, a Sony; outras dependem do trabalho da comunidade de desenvolvedores, como a Samsung. A que mais dificulta é a LG.

Comentários no Facebook

× Consulte-nos!