fbpx

Robô com ‘olhões’ presta atenção em atividades suspeitas

O robô “olhudo” Bob foi desenvolvido e programado por cientistas da niversidade de Birmingham, no Reino Unido, para fazer o papel de segurança. O protótipo é capaz de navegar pelas salas e identificar mesas, cadeiras e
outros objetos. Além disso, pode tomar suas próprias decisões. Quando
detecta que está ficando sem bateria, ele se move sozinho até a estação
de recarga. Futuro? Computex tem robô que lê ‘emoção’ e expressões corporais Bob é capaz de monitorar ambientes e tomar ´suas próprias decisões (foto: Reprodução/YouTube) Segundo o doutor Nick Hawes, da Escola de Ciências da Computação, o objetivo era construir um robô autônomo e inteligente o suficiente para ser usado em cenários reais. O problema é que a coordenação motora dos robôs atuais não é muito boa, tornando difícil manipular objetos.

Drone no Brasil, é verdade?
Comente no Fórum do TechTudo.

A solução usada em Bob foi incrementar sua habilidade de locomoção e monitoramento. “Ele é perfeito para ser usado como segurança, como um vígia que pode monitorar o que está acontecendo ao seu redor”, explica Hawes. O objetivo dos pesquisadores é ver se o dispositivo consegue sobreviver sozinho por 15 dias fazendo monitoramento de segurança. Algumas das tarefas atribuídas a ele são verificar se as portas corta-fogo estão bloqueadas ou se existe papel em cima das mesas. Bob faz parte do projeto STRANDS
(“Representações e atividades espaço-temporais para controle cognitivo
em cenários de longa duração”, em tradução livre), cujo objetivo é
construir robôs capazes de sobreviver sozinhos em ambientes com muita
atividade humana. Ele é o resultado de uma pesquisa de £7.2 milhões
(cerca de R$ 27,49 milhões) saiba mais Drones fazem de tudo; confira lista das tarefas dos ‘robôs voadores’ Intel vai permitir que usuários imprimam seus próprios robôs Google cria carro autômato, sem volante e para duas pessoas; veja vídeo Outro robô construído pelo projeto, chamado Werner, vai começar a patrulhar uma casa de retiro na Áustria, onde também será usado para realizar jogos simples com os residentes.  vice-presidente de tecnologia e marketing da empresa de segurança onde Bob está sendo testado, garantiu que os robôs não vão roubar vagas de trabalho das pessoas. “O objetivo do projeto é criar um robô que ajude a equipe de segurança. Os humanos podem fazer uma variedade maior de tarefas, sendo que muitas precisam decisões imediatas e a habilidade de reagir a eventos rápidos e imprevisíveis”, conclui. Via Birgminham Mail  e Engadget

Comentários no Facebook

× Consulte-nos!