fbpx

Snapchat enfrenta rivais com ‘diversão’ e polêmica

Quando estava desenvolvendo o Snapchat, um aplicativo popular entre adolescentes que permite que os usuários se comuniquem por meio de fotos que se apagam instantaneamente, Evan Spiegel, 23, chamou os seis primeiros funcionários para morar na casa do pai dele.
Após dois anos e meio e US$ 123 milhões (R$ 275 milhões) de investimento, os atuais 77 empregados da empresa trabalham em um escritório próprio, mas Spiegel continua morando com o pai, um conhecido advogado de Los Angeles.
"Quando eu era criança, meu pai trabalhava muito e chegava em casa tarde, então é bom passar um tempo com ele agora", afirmou o empresário à Folha durante passagem por São Paulo na semana passada.
Leia mais (06/02/2014 – 02h00)

Comentários no Facebook

×

Powered by WhatsApp Chat

× Consulte-nos!