fbpx

Vírus de computador se espalha como a gripe em pontos de acesso Wi-Fi

Já existe um malware que se espalha pelo ar, como uma gripe. Pesquisadores da Universidade de Liverpool criaram um poderoso vírus capaz de residir e ser transmitido em redes Wi-Fi abertas, e não somente entre computadores ou entre um computador e um servidor como acontece na maioria das vezes. Pesquisa diz que existem mais malwares no Android que apps no Google Play Batizado de Chameleon (camaleão, em inglês), o código malicioso é
impossível de ser rastreado por softwares antivírus atuais, que procuram
ameaças exclusivamente dentro das máquinas. Saiba como identificar sites que podem conter códigos maliciosos (Foto: Pond5 ) saiba mais Como usar o ComboFix e acabar com malwares, sem precisar instalar nada Microsoft vai proteger Windows XP de novos malwares até julho de 2015 Lista reúne 12 dicas para se proteger de novas ameaças de vírus e malwares Misterioso vírus pode manipular computadores através de sons; entenda Criado para pesquisa de segurança de redes, o malware é o primeiro a conseguir se espalhar por pontos de acesso Wi-Fi e a roubar dados dos usuários logados. Segundo os pesquisadores britânicos, ele é tão poderoso que chega até a buscar por pontos mais vulneráveis da rede para se reproduzir com mais facilidade, evitando redes criptografadas e firewalls. “Quando Chameleon ataca um ponto de acesso, ele não afeta como ela funciona, mas é capaz de coletar e mostrar as credenciais de todos os outros usuários conectados à rede. Depois, o vírus procura outras redes Wi-Fi para se conectar e infectar”, detalhou o professor de segurança de rede da Universidade de Liverpool, Alan Marshall. Sua semelhança com um vírus real, como o da gripe, está também na capacidade de infecção. Isso porque, teoricamente, quanto maior a concentração de computadores conectados a uma rede infectada, maiores as chances de Chameleon conseguir se espalhar pelos pontos de acesso Wi-Fi – áreas com mais redes sem fio abertas são mais propensas ao malware. Embora seja preocupante, o Chameleon só existe dentro dos laboratórios da Universidade de Liverpool. O principal objetivo é mostrar que é possível haver, no futuro, um vírus com esse comportamento solto em redes de todo o mundo e as empresas de segurança de rede devem estar preparadas. Via Mashable Qual é o melhor antivírus grátis?
Veja as dicas no Fórum do TechTudo.

Comentários no Facebook

× Consulte-nos!