fbpx

Estudo mostra como metadados telefônicos são reveladores

Quando Edward Snowden revelou que a NSA espionava telefones de milhões de pessoas, membros do governo foram à imprensa tranquilizar o público: "Apenas metadados são coletados", disseram à época.
Um projeto conduzido por dois estudantes de doutorado de Stanford, porém, sugere que os tais metadados –registros telefônicos que contêm data, duração e número discado das chamadas –podem ser bastante reveladores.
Em quatro meses analisando apenas metadados telefônicos de 546 voluntários, Jonathan Meyer e Patrick Mutchler, que estudam ciência da computação, descobriram relacionamentos amorosos, doenças graves, uma gravidez indesejada e uma possível plantação caseira de maconha.
Leia mais (03/24/2014 – 03h30)

Comentários no Facebook

× Consulte-nos!